(91)98187-0283

 
Atleta especial que é promessa da natação vem de Mosqueiro

A participação da atleta especial paraense Sandriely Silva Fontenele, de 17 anos, nas Paralimpíadas Escolares, em São Paulo, foi das mais positivas. Participando de três provas de natação, a atleta, que é moradora da ilha do Mosqueiro, conquistou três medalhas de prata, o que, segundo o técnico Fernando Wilkinson, representa um saldo dos mais positivos, levando em conta que Sandriely tem apenas seis meses de treino e já dá uma resposta brilhante nas águas.

A nadadora, que tem deficiência intelectual e precisa se deslocar de Mosqueiro até Belém, onde treina na Asdesa (uma associação de funcionários do Ministério da Agricultura), participou das provas de 100 e 200 metros livres e, ainda, dos 100 metros de nado costas. A participação da atleta em competição interestadual não foi inédita. “Ela já vinha participando de outras disputas fora do estado, tendo também um bom aproveitamento”, contou o técnico. 

Com tão pouco tempo de treinamento sobre o comando dele, Wilkinson avaliou assim a participação da nadadora na competição nacional: “Foi acima do esperado. Tratou-se de uma competição de nível nacional”, lembrou. “O ouro escapou por muito pouco, mas fiquei contente com o que ela apresentou nas três provas”, afirmou o técnico, que é uruguaio, mas está há cerca de 10 anos em Belém, tendo passado por diversos clubes locais, como a Tuna Luso Brasileira.

A própria atleta se disse surpresa com o resultado que obteve. “Foi uma grande surpresa. Não esperava por um resultado tão positivo. Fiquei muito contente com o que consegui”, declarou Sandriely.

Depois de ter participado da competição em São Paulo, Sandriely Silva, que tem o patrocínio da Caixa Econômica, agora já se prepara para a temporada de 2019, quando disputará outras competições nacionais. Uma dessas disputará será o Circuito Caixa, em João Pessoa na Paraíba. “Já estou me preparando para essa participação”, avisou. “Espero obter resultados ainda melhores”, conta a nadadora, que não vê como empecilho o fato de ter de deixar o Mosqueiro para treinar em Belém. “É como meu treinador diz, tem de ter sacrifício para se ter a vitória”, argumenta a paratleta.


Agora na Rádio
Nosso Facebook

Publicidades


Enquete
GOSTOU DO SITE ?
Sim
Nao
Pode Melhorar
Excelente
Ver resultados

As mais pedidas
1
Não Deixo Não
Mano Walter

Estatisticas
Hoje: 13
Esta Semana: 80
Este Mês: 268
Total de Acessos: 2005
 
 
  Web Rádio Bucólica Music 2019   FORNECEDOR: Jota Empreendimentos